SEDENTOS POR DEUS

Por Menezes Neto      20/03/2019 11:58:13    
O salmista compara a sua sede de Deus com o anelo da Corça por águas (Sl 42:1-2). A Corça (Cervo) é um mamífero ruminante, de cor amarronzada. Tem vários chifres, patas de quatro dedos, pernas longas e cauda curta. É um animal de pequena estatura, arisco e de costume migratório, é um animal de olfato privilegiado que lhe possibilita sentir cheiro de água a quilômetros de distância. É capaz ainda de perceber, metros abaixo da superfície, a existência de um lençol de água. Em regiões desérticas da África e do Oriente médio, empresas construíram quilômetros de aquedutos sob a superfície terrestre. E as Corças sedentas, ao pressentirem a água jorrando pelo interior dos dutos, correm por cima das tubulações na tentativa de encontrarem a nascente, ou então um possível local por onde essas águas pudessem ser alcançadas. Há no mínimo três motivos que leva a corça a desejar e suspirar desesperadamente pelas águas:

Matar a sua sede
Quando vem a vontade de beber, a corça é levada por um grande desejo pela água, no momento da sede a mesma sai desesperadamente, andando altaneiramente a procura desse bem precioso (Hc 3.19). Quando chega a fonte, mergulha nas águas e rapidamente seu corpo é refrigerado. Precisamos, como a Corça, sair e correr. Precisamos de olfato aguçado para ir à fonte certa, que é Cristo (Jo 7.37-38). Afinal de contas, existem fontes sem água (2 Pe 2.17).

Matar a sua dor
A falta de água desidrata o seu corpo e o calor faz com que a sua pele se encha de rachaduras. Essas rachaduras causam dores fortíssimas, a Corça sabe que a água tem o poder de curar aquelas dores e quanto mais dor ela sente, mas desesperadamente ela clama por águas. Quando a dor chega a um ponto insuportável, ela esquece os perigos, e sai em direção às correntes de águas, não parando em nenhum lugar, a não ser em seu destino.

Para proteger de seus inimigos
Quando a Corça fica sem água, seu corpo libera um odor muito forte, esse odor atrai o predador, e faz da Corça uma presa fácil. E é justamente a água que tira o odor dela, ou seja, a água é tudo para Corça. Quando o Homem fica longe de Cristo, também começa a exalar um odor de morte  (Rm 6: 23), e o único jeito de acabar com esse odor, é beber da água da vida , Cristo!

Jesus a fonte de água viva
Jesus é a fonte de água viva, quem dele bebe jamais terá sede novamente (Jo 4.13-14), ele é a fonte eterna por isso é inesgotável. Israel bebeu no deserto de uma fonte espiritual, quando Moisés tocou na rocha, a água jorrou. E hoje, nós bebemos da mesma fonte que é Cristo. Certo autor desconhecido escreveu: “Quem bebe desta fonte, não permanece o mesmo. Essa fonte cura feridas, essa fonte limpa os pecados, essa fonte dá uma nova natureza, essa fonte dar vida abundante”. Você é transformado porque, quando você bebe da fonte, a água da fonte passa a viver em você. Por isso ela é chamada de água viva. Se você ainda não bebeu desta fonte, venha urgente, Jesus está te dizendo neste momento: “se você tem sede, venha a mim e beba, essa água é de graça” (Ap 22:17), os sedentos podem beber livremente ( Is 55:1).
O quadro de uma tímida Corça suspirar audivelmente por causa de sede extrema (Jl 1.20), Vividamente expressa o senso intenso e requeimante da necessidade experimentada pelo salmista (Sl 63.1; 84.2). Ele tinha o desejo de aproximar-se do Deus vivo que é a fonte de água viva e não cisternas vazias que não retêm as águas (Jr 2.13). Ter sede de Deus, é buscar sua presença, ele quer suprir a nossa sede espiritual ( Sl 36.8-9; Is 41.17).
Tem você procurado a fonte da água viva? A alma sedenta e necessitada sente o desejo ardente de ir ao Salvador e beber, ou seja, receber a salvação oferecida por ele, Cristo é o provedor desta água. Aquele que é sedento anseia pelas águas como o anelo da Corça. E assim como a Corça corre em busca das águas para saciar a sua sede, aquele que é sedento espiritual, corre para Deus. O sedento espiritual depende de Deus para tudo, e não existe outra motivação na sua vida que não seja buscar a Deus, pois sabe que só dele, pode vir a água viva que pode saciar a sede com a vida eterna (Jo 4.14).
 
Maria Rosirene da Luz Souza, é Professora, Bacharel em Teologia, Pedagogia (em Andamento), missionária na Assembleia de Deus em Caracol-Piauí. Secretária do Centro Preparatório Para obreiros- (CPPO).

Comente

2017 Copy - HolyBox - Todos os Direitos Reservados

Plataforma para clubes: Plataforma para Clube de Assinaturas